Glutamina

Glutamina

APRESENTAÇÃO

A glutamina (GLUT) é importante constituinte de proteínas e como meio de transporte de nitrogênio entre tecidos, regulação ácido-base e como precursor do antioxidante glutationa1. Indivíduos pesando aproximadamente 70kg apresentam cerca de 70-80g de GLUT distribuída por diversos tecidos corporais e omúsculo esquelético é o principal tecido de síntese, estoque e liberação de GLUT2. É utilizada em altas taxas pelos glóbulos brancos (linfócitos) para fornecer energia e condições ótimas para biossíntese de nucleotídeos e, portanto, a proliferação celular. É considerada importante para os linfócitos e outras células que se dividem rapidamente, incluindo a mucosa intestinal3.

GLUTAMINA E EXERCÍCIO FÍSICO

O exercício prolongado em 50% a 70% VO2max causa uma queda de 10 a 30% na concentração plasmática de GLUT que pode durar várias horas no período de recuperação4. Castell et al.5 avaliaram os parâmetros de infecções do trato respiratório superior de 151 corredores de maratonas e ultramaratonas com a suplementação de 5g de GLUT em 330ml de água imediatamente após e 2 horas após o exercício. A porcentagem de atletas que não relataram infecções 7 dias após a prova foi consideravelmente maior no grupo GLUT (81%, n = 72) do que no grupo placebo (49%, n = 79, p <0,001). Mas neste estudo, as concentrações plasmáticas de GLUT não foram avaliadas. Estudos recentes demonstraram que a suplementação de GLUT no exercício não tem efeito sobre os índices de função imunológica6,7.

GLUTAMINA E INTESTINO

A GLUT influência as proteínas quinases ativadas por mitógenos (MAPKs) que orquestram várias funções celulares, incluindo proliferação e diferenciação celular. Evidências demonstram que a GLUT modula a expressão das proteínas tight junction, que são responsáveis por manter a integridade intestinal e impedir que patógenos e toxinas entrem no lúmen intestinal8. Durante o estado inflamatório, como na doença inflamatória intestinal, as produções de citocinas inflamatórias IL-6, NF-kB e TNF-a são elevadas, foi demonstrado que a GLUT suprime a ativação da via NF-kB. Em um ensaio clínico randomizado, Bejamin et al.9 relataram que a suplementação de GLUT (0.5g/kg por 2 meses) em pacientes com doença de Crohn em fase de remissão reduziu a permeabilidade intestinal.

RECOMENDAÇÕES

Em circunstâncias de catabolismo ocorre uma demanda por GLUT, condição que pode levar à privação de GLUT e comprometimento da função imunológica. Entretanto, a baixa disponibilidade de GLUT não é observada em todos os indivíduos, dessa forma, cabe ao profissional nutricionista e/ou médico avaliar a condição do seu paciente.

 

Referências:

  1. Cruzat, V., Rogero, M. M., Keane, K. N., Curi, R. & Newsholme, P. Glutamine: Metabolism and immune function, supplementation and clinical translation. Nutrients 10, 1–31 (2018).
  2. Cruzat, V. Glutamina : Aspectos Bioquímicos , Metabólicos , Moleculares e Suplementação. Rev. Bras. Med. do Esporte 15, 392–397 (2009).
  3. Newsholme, E. A. & Carrié, A. L. Quantitive aspects of glucose and glutamine metabolism by intestinal cells. Gut 35, 13–17 (1994).
  4. Parry-Billings, M. et al. Plasma amino acid concentrations in the overtraining syndrome: possible effects on the immune system. Med Sci Sports Exerc 24, 1353–1358 (1992).
  5. Castell, L. M. Does glutamine have a role in reducing infections in athletes? Eur. J. Appl. Physiol. Occup. Physiol. 73, 488–490 (1996).
  6. Ramezani Ahmadi, A., Rayyani, E., Bahreini, M. & Mansoori, A. The effect of glutamine supplementation on athletic performance, body composition, and immune function: A systematic review and a meta-analysis of clinical trials. Clin. Nutr. (2018). doi:10.1016/j.clnu.2018.05.001
  7. Tritto, A. C. C. et al. Effect of rapid weight loss and glutamine supplementation on immunosuppression of combat athletes: a double-blind, placebo-controlled study. J. Exerc. Rehabil. 14, 83–92 (2018).
  8. Kim, M. H. & Kim, H. The roles of glutamine in the intestine and its implication in intestinal diseases. Int. J. Mol. Sci. 18, (2017).
  9. Benjamin, J. et al. Glutamine and whey protein improve intestinal permeability and morphology in patients with crohn’s disease: A randomized controlled trial. Dig. Dis. Sci. 57, 1000–1012 (2012).

 

Rodrigo Loschi - Nutricionista

Comunicado

---

A partir do dia 09/01/17 estaremos atendendo em novo endereço:

Rua Capitão Cassiano Ricardo de Toledo, 191, Sala 2109.
Edifício Golden Office
Chácara Urbana, Jundiaí - SP, 13201-840.

Contatos:

(11) 4805-2923 / (11)  3379-3752
icone-whats (11) 98493-0438